IRIS – Innovative Railway Interior Systems

A visão do futuro da indústria ferroviária. O projeto IRIS – Innovative Railway Interior Systems é um projeto de Investigação & Desenvolvimento que tem como objetivo desenhar, desenvolver e facilitar o futuro fabrico de vários subsistemas de interiores para comboios.

O arranque do projeto está marcado para Julho de 2019, com a MCG como líder de um consórcio composto também pelas empresas Famopol, Cablotec, Wiseware e Almadesign. O Itecons é o centro de investigação do projeto IRIS, que conta ainda com a participação de vários parceiros externos.


Problema/motivação do projeto


O transporte ferroviário é atualmente considerado a forma mais económica e sustentável de viajar. Contudo, é necessário dar resposta aos novos desafios que os operadores das linhas ferroviárias irão enfrentar, nomeadamente as megacidades, as deslocações para o trabalho a distâncias cada vez maiores e ao aumento do impacto ambiental como consequência do crescimento urbano elevado previsto para os próximos 25 anos.

 

A solução a alcançar


O IRIS visa conceber e desenvolver um conjunto de protótipos para 4 subsistemas complementares de interiores ferroviários: painéis laterais, painéis de teto, condutas de sistemas AVAC e bagageiras.

Estas soluções serão desenhadas e construídas utilizando uma estratégia de investigação inteiramente focada no desenvolvimento experimental e exploratório das mesmas, a pensar numa arquitetura modular que facilite a montagem nas linhas dos OEMs. Os objetivos principais são:

  • Reduzir o custo de operação;
  • Melhorar o conforto do passageiro;
  • Elevar a atratividade e a competitividade do sistema.

 

Missão principal


O novo sistema dos interiores terá de apresentar uma conceção inovadora e flexível que garanta a sua atratividade para os fabricantes de comboios e complementaridade com os mais recentes desenvolvimentos do sector em Portugal, que se têm focado nos sistemas de bancos e pavimentos. 

 

Know-how do consórcio


O IRIS vem dar uma nova dimensão aos mais recentes desenvolvimentos do sector em Portugal com um ambicioso projeto de I&D centrado nas necessidades do utilizador. A iniciativa une em consórcio cinco empresas OEM que são referências nas áreas em que atuam, bem como um conceituado centro de investigação, com o intuito de implementar soluções disruptivas e assim afirmar Portugal na vanguarda das tecnologias aplicadas à indústria ferroviária.

 

Composição do consórcio


Empresas principais:

  • MCG – Desenvolvimento, produção e montagem de protótipos.
  • Famopol – Processos de injecção de resina assistida por vácuo (RTM).
  • Cablotec – Produtos de iluminação e cablagens diversas.
  • Wiseware – Sistemas e solução de IoT, eletrónica e software.
  • AlmaDesign – Processos de soluções de design e ergonomia.
  • Itecons – Centro de investigação e testes.

 

Site oficial


Projeto IRIS

 

O Projeto IRIS na MCG


MCG dá início ao IRIS, um novo projeto de I&D na área dos sistemas para interiores de comboios

 

Ficha completa


Designação do projeto:
IRIS: Innovative Railway Interior Systems
Código do projeto:
POCI-01-0247-FEDER-039835
Objetivo principal:
Reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação.
O projeto IRIS visa conceber e desenvolver 4 subsistemas complementares de interiores ferroviários, desenhados para melhorar o seu fabrico e integração e o conforto do passageiro e para reduzir o custo de operação, de modo a aumentar a atratividade e competitividade dos equipamentos ferroviários.
Região de intervenção:
Centro, Lisboa, Norte
Entidade beneficiária:
Manuel da Conceição Graça, Lda
Data de início:
2019-05-23
Data de conclusão:
2022-05-22
Custo total elegível:
1.936.462,42 EUR
Apoio financeiro da União Europeia através do FEDER:
1.159.183,37 EUR

 

Cofinanciamento


IRIS – Innovative Railway Interior Systems MCG

IRIS – Innovative Railway Interior Systems MCG

 


Partilhe esta página